Image Alt

Pedra da Lua

Fórmula: (Na,K)AlSi3O8
Dureza: 6
Densidade: 2.61

 

A “pedra da Lua” é um silicato do grupo dos feldspatos que apresenta a característica adularescência – reflexos azulados – causada pela refracção da luz na estrutura micro-cristalina de albite, que recorda o brilho do luar, o que lhe valeu o nome pelo qual esta rocha, na realidade, hecatolite ou adulária, se tornou conhecida desde tempos imemoriais.

 

Os Romanos, por exemplo, acreditavam que esta pedra era, na sua essência, os raios de luar cristalizados. No entanto, e muito embora fosse valorizada, a pedra da lua só se tornou realmente popular durante o período da Art Nouveau, com as criações de René Lalique.

 

Particularmente benéfica para o sistema reprodutor feminino, ajuda no trabalho de parto e durante a gestação, alivia dores e regula o ciclo menstrual, harmoniza o sistema hormonal e elimina a retenção de líquidos. A pedra da lua é também muito benéfica para crianças e adolescentes, uma vez que favorece o crescimento, além de combater a hiperactividade; assim como para idosos, na prevenção de doenças degenerativas ósseas. O seu efeito calmante combate a insónia e regulariza os padrões de sono e ajuda a tratar desordens do sistema gastro-intestinal e do sistema urinário.

 

Trata-se de uma pedra que promove a intuição, a sensibilidade e é um excelente guia na viajem interior do auto-conhecimento e do desenvolvimento espiritual, sincronizando-nos com os ciclos da Natureza. Conhecida como a “pedra do viajante”, acreditava-se que protegia o seu portador contra qualquer perigo e permitia que encontrasse sempre o caminho de volta a casa. Estimula o erotismo, o amor e promove relações harmoniosas e verdadeiras, favorecendo também a fertilidade, sendo, por exemplo, um presente de casamento tradicional na Índia ainda hoje. Tem uma poderosa acção tranquilizadora e ajuda a ultrapassar traumas emocionais e a fomentar a auto-confiança.

 

Para recarregar a pedra da lua, deve-se expô-la ao luar durante toda a noite de Lua cheia.

Novas Normas de Funcionamento

Cumprimos escrupulosamente todos os critérios de higienização e normas de segurança preconizadas pela Direção Geral da Saúde no âmbito da prevenção e contenção do surto epidémico por Covid-19. Neste sentido, impõem-se novas normas de funcionamento:

1. O atendimento é feito unicamente mediante marcação prévia, de forma a evitar contacto entre pacientes;

2. No dia anterior à consulta, o Espaço InnZen entra em contacto telefónico para despistar eventuais sintomas relacionados com Covid-19 (tosse, febre, dificuldades respiratórias);

3. É obrigatório comparecer com máscara social que não deve retirar em nenhum momento;

4. Será solicitado que não traga acessórios (relógio, colares, brincos, etc);

5. Ser-lhe-á pedido que traga calçado de interior (chinelos de quarto ou similares), de forma a impedir a eventual contaminação do espaço com calçado de rua. Na impossibilidade de o fazer, ser-lhe-á facultado cobre-calçado descartável.